A vida é uma jornada
A vida é uma jornada cheia de surpresas, desafios, oportunidades e aprendizado

A vida é uma curva que se dobra

A vida é uma jornada cheia de surpresas, desafios, oportunidades e aprendizados. Não é uma linha reta, mas uma curva que se dobra, se estende, se encolhe, se ramifica. Não é uma estrada asfaltada, mas uma trilha que se cruza, se bifurca, se interrompe, se reencontra. Não é uma paisagem estática, mas uma cena que se modifica, se renova, se transforma, se revela.

Muitas pessoas, porém, sentem dificuldade em usar suas capacidades de visão ampliada, ou seja, não são visionárias. São o tipo de pessoa que acham que a vida acabou diante de qualquer final. Não percebem que o final de uma etapa é o início de outra, que o final de um ciclo é o começo de outro, que o final de uma história é o prólogo de outra. Não compreendem que o final é uma ilusão, uma convenção, uma transição. Não entendem que o final é uma oportunidade, uma abertura, uma libertação.

O final somente acontece quando a morte nos visita (e este é apenas o final da vida e não da existência, mas não entraremos neste assunto agora). Até lá, estamos sempre vivos, sempre em movimento, sempre em evolução. Até lá, temos sempre escolhas, sempre chances, sempre possibilidades. Até lá, somos sempre protagonistas, sempre criadores, sempre transformadores.

Convença a si mesmo, desde já, sobre o fato de que sempre haverá caminhos abertos na vida. Uma pessoa só deixa de avançar quando para de lutar e acreditar. Não se limite pelo que parece ser o fim, mas se inspire pelo que pode ser o começo. Não se acomode com o que está dado, mas se motive pelo que está por vir. Não se conforme com o que é esperado, mas se surpreenda com o que é inesperado.

Caso você esteja diante de uma situação que aparentemente não lhe deixe alternativas, tenha paciência e esperança. Pessoas que acreditam que o final já chegou, passam por uma espécie de “bloqueio de ideias”. Elas se fecham em si mesmas, se isolam do mundo, se resignam ao destino. Elas se negam a ver, a ouvir, a sentir. Elas se recusam a pensar, a imaginar, a criar.

O final só existe para quem o deixa existir. Esteja sempre com a seguinte frase em mente: você está intimamente ligado ao que acredita. Se você acredita que tudo acabou, você se torna um espectador, um seguidor, um conformista. Se você acredita que tudo continua, você se torna um ator, um líder, um inovador. Se você acredita que tudo recomeça, você se torna um autor, um mestre, um visionário.

A vida é uma jornada cheia de surpresas, desafios, oportunidades e aprendizados. Não deixe que o final te impeça de viver, mas deixe que o viver te leve além do final.