Emedebista surpreende e vence as eleições no primeiro turno

Ibaneis é reeleito para governar o DF, feito  antes alcançado apenas pelo ex-governador Joaquim Roriz.

O governador afirmou que em seu segundo mandato focará na área da saúde

O atual governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), foi reeleito para mais quatro anos de mandato no Palácio do Buriti. O emedebista superou as expectativas criadas pelas pesquisas e obteve 50,3% dos votos válidos ontem — número que definiu a vitória do candidato já no primeiro  turno. Leandro Grass (PV), da federação PV-PT-PCdoB, ficou em segundo lugar, com 26,25%. Na sequência, ficou o empresário Paulo Octávio (PSD), que teve 7,47%, seguido do Coronel Moreno (PTB), com 5,68% — nome que surpreendeu, por ficar à frente dos senadores Leila do Vôlei (PDT), que conquistou 4,81%, e Izalci Lucas (PSDB), com 4,26%.

Ibaneis será o segundo governador reeleito no DF, feito alcançado apenas pelo ex-governador Joaquim Domingos Roriz.

“Passamos quatro anos trabalhando muito. Tivemos uma pandemia que atrapalhou muito o que a gente tinha de propósito para o DF, mas conseguimos avançar muito. A vitória é o resultado do trabalho e da união. Estou muito feliz, não esperava que fosse no primeiro turno, achava que teríamos um segundo turno, e quero dizer a vocês que vou continuar trabalhando muito por essa cidade”, disse o governador.

O governador afirmou que em seu segundo mandato focará na área da saúde, que foi fortemente atingida pela pandemia de covid-19. De acordo com Ibaneis, a área demandou um grande remanejamento de recursos, com um investimento de R$ 3 bilhões, para tratar os pacientes afetados pela pandemia.

O primeiro mandato do candidato no DF foi marcado por concentração de esforços e recursos, e muito trabalho. Foram1,6 mil obras, entre elas a conclusão do Complexo Viário Governador Roriz, a construção do Túnel de Taguatinga, além de erguer sete UPAs, dez UBSs e administrar dezenas de benefícios sociais que tanto ajudaram a população.

Decepção

Ibaneis também foi perguntado se cumprimentou Leandro Grass — principal adversário no pleito — após a divulgação do resultado. “Ainda não. Mas acho ele um bom político, uma pessoa honrada”, elogiou. Porém, o emedebista deixou claro a decepção com o adversário durante a corrida eleitoral. “Ele fez um trabalho ruim durante a campanha, atingiu muito a honra das pessoas. Foram 25 ataques que ele fez (contra mim), que foram retirados pela Justiça Eleitoral”, lembrou.

Nascido no Piauí, Ibaneis Rocha chegou a ser presidente da OAB-DF (Ordem dos Advogados do Brasil) de 2013 a 2015 e entrou na política com 47 anos ao se eleger governador em 2018, seu primeiro cargo público eletivo. Sua filiação do MDB, porém, ocorreu no ano anterior.

Durante sua gestão à frente do Distrito Federal, Ibaneis Rocha se aproximou do atual presidente Jair Bolsonaro (PL), em especial, durante a pandemia do novo coronavírus. Na campanha, o governador também chegou a colar sua imagem ao do mandatário brasileiro.