Nova Delhi, Índia, 10.09.2023 - Presidente Lula recebe muda de árvore em cerimônia no Bharat Mandapam, Plenário da Cúpula. Nova Delhi – Índia. Foto: Ricardo Stuckert/PR

Brasil assume liderança do G20 com 3 prioridades, que inclui o combate à fome

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assumiu a presidência do G20 neste domingo (10), durante o encerramento da 18ª Cúpula de Chefes de Governo e Estado do grupo, que ocorreu em Nova Déli, na Índia. Durante a cerimônia, a liderança do bloco foi transferida do primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, para Lula.

A presidência brasileira no G20 terá três prioridades: inclusão social e combate à desigualdade, fome e pobreza; enfrentamento das mudanças climáticas e promoção do desenvolvimento sustentável em seus aspectos econômico, social e ambiental; e defesa da reforma das instituições de governança global, refletindo a geopolítica atual.

“Essas prioridades estão refletidas no lema da presidência brasileira, que é ‘Construindo um Mundo Justo e um Planeta Sustentável'”, disse Lula durante o discurso de encerramento da cúpula. Ele anunciou a criação de duas forças-tarefas: a Aliança Global contra a Fome e a Pobreza, e a Mobilização Global contra a Mudança Climática.

Lula também ressaltou a necessidade de maior participação dos países emergentes nas decisões do Banco Mundial e do FMI. Além disso, defendeu a revitalização da OMC e a inclusão de novos países em desenvolvimento no Conselho de Segurança da ONU.

A presidência brasileira do G20 começará em dezembro de 2023 e terminará em novembro de 2024. Nesse período, o Brasil sediará mais de 100 reuniões oficiais em várias cidades do país, incluindo cerca de 20 reuniões ministeriais e a 19ª Cúpula de Chefes de Estado e Governo do G20, que acontecerá no Rio de Janeiro em novembro de 2024.

Lula ressaltou a importância de enfrentar a desigualdade e afirmou que a redução das desigualdades deve ser o foco da agenda internacional. Ele também destacou a importância da cooperação entre os países membros do G20 e a sociedade civil para enfrentar os desafios globais.

O G20 é composto pelas 19 maiores economias do mundo e a União Europeia. Durante a cúpula na Índia, a União Africana também se tornou membro permanente do grupo. O Brasil participa do G20 desde sua fundação em 1999, mas esta é a primeira vez que assume a presidência do grupo.