Moradores de Ponte Alta protestam durante operação do GDF contra lotes irregulares

Um grupo de moradores da Ponte Alta Norte do Gama faz protestos, na manhã desta terça-feira (1º/8), contra uma operação da Secretaria de Estado de Proteção da Ordem Urbanística do Distrito Federal (DF Legal) para impedir parcelamentos irregulares de lotes na região. Segundo a pasta, há algumas regiões de condomínios em área inicial de obras, mas sem pessoas morando nas casas.

Por volta das 11h30, a operação ainda não havia começado devido à manifestação dos moradores, que bloquearam a Avenida Buritis com pneus queimados. Eles seguravam faixas com as frases “Ponte Alta não é invasão” e pedindo para que o governador do DF, Ibaneis Rocha, cumpra a promessa de não derrubar obras na Ponte Alta. “Derrubada não, direito à habitação. Vai ter resistência”, gritam os manifestantes.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi acionada para garantir a realização da operação. Até as 14h, os agentes de fiscalização da DF Legal aguardavam a liberação da via para iniciar a descaracterização do local, que está sem barracos, apenas com demarcação das casas. A via foi desocupada em seguida pelo Batalhão de Policiamento de Choque da Polícia Militar do DF (BPChoque), que segue dando apoio na área à pasta distrital.

Por volta das 12h46, a PMDF informou que o Batalhão de Choque atuou para desobstrução da via a fim de que a DF Legal possa realizar operação de combate ao parcelamento irregular do solo. “Por se tratar de irregularidade ainda em fase inicial, a ação busca desconstituir arruamentos, muros, cercas, obras recém começadas e ligações clandestinas de luz”, diz a corporação.

A equipe do DF Legal havia realizado mais uma operação de derrubada de construções irregulares na região da Ponte Alta, no Gama, na quarta-feira (26). Com as próprias mãos, os agentes derrubaram muros do que era a construção de um condomínio.

A derrubada aconteceu na área do Núcleo Rural Casa Grande, e de acordo com a equipe do DF Legal, se tratava de um parcelamento irregular.

Os moradores chegaram a usar materiais de construção para escrever ‘SOS’, como pedido de ajuda, mas não adiantou. O perfil Ponte Alta News no Instagram registrou vídeos mostrando moradores desesperados vendo as derrubadas.

Operações do DF Legal são comuns na região da Ponte Alta. Em dezembro de 2022, os agentes derrubaram duas casas, o portão e o muro do condomínio que estava sendo construído de maneira irregular.